Jar of flies

Venho sendo seguido pela ruas nestas últimas semanas. E estou ficando preocupado. Não há lugar que eu vá que não sinta uma presença incômoda por perto. Mas hoje as coisas chegaram a um ponto realmente grave.

Estava eu no quiosque em que trabalho quando um cliente chega fazendo perguntas. Começo a responder numa boa, tentando sanar todas as dúvidas dele. Eis que acontece o inesperado. Uma mosca ENTRA NA MINHA BOCA enquanto falo com o senhor. Numa questão de milisegundos, CUSPO A DITA CUJA no meio da conversa e continuo falando como se nada tivesse acontecido. E o cliente também continua ouvindo, sem mudar a expressão.

Toda essa história com toques de surrealismo foi só para tocar no assunto do verão: o ataque das moscas em Sydney. Elas não deixam ninguém em paz e a sorte grande é quando elas resolvem pousar na tua roupa, em vez de tentar entrar em qualquer ORIFÍCIO DA CARA. Apesar da empolgação com a melhor estação do ano se avizinhando, já estou torcendo para que as temperaturas caiam. Caso contrário, cogito seriamente COSTURAR A BOCA COM LINHA.

Explore posts in the same categories: especial Oz Land - a vida como ela é

2 Comentários em “Jar of flies”

  1. hfanti Says:

    Bah, ta’ me acontecendo a mesma merda. Hoje cedo vinha de bicicleta pro trabalho e tinha uma mosca me acompanhando NA BICICLETA.

    E uma vez engoli um mosquito cantando, num ensaio, cuspi na guitarra do Daniel ou do Galera.

  2. EGS Says:

    Sim, é muito foda. Elas tão por tudo.

    CHORA, JEFF GOLDBLUM.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: