Arquivo para outubro 2007

Agora com çedílhã

outubro 27, 2007

Boas novas:

Compramos nosso notebook!

dsc01733.jpg

Agora vocês todos têm obrigação de entrar no msn em horários não convencionais para nos encontrar online.

Com computador em casa, prometo que vou responder os e-mails atrasados. Aqueles de 2 meses atrás… Pode demorar um pouco – é muita coisa pra botar em dia – mas espero ficar mais perto de vocês.

Podem esperar mais atualizações por aqui também. Tenho vários posts no forno.

As coisas vao indo bem. A gente tem trabalhado, trabalhado, ido pra praia, trabalhado. hehe

dsc01651.jpg

Domingo passado, aproveitamos o dia de sol na praia de Bondi. Tava uma delícia. O tempo ajudou e fez um calorzinho no nosso dia de folga. Tem mais umas fotos no meu picasa.

Eu arrumei um outro emprego nessa semana. Segunda-feira vai ser o meu último dia na loja em que estou e vou começar em outra na terça. Ainda não é o ideal, mas vai ser melhor. Vou ganhar um pouco mais, não vou mais ter chefe chinesa (o dono é australiano), e não vou mais vender nada falsificado. Ainda não sei os meus horários direito, mas a loja fica no mesmo shopping em que o Egs tá trabalhando, então vamos conseguir nos ver um pouco mais também.

E a última novidade da semana é que o Egs decidiu abandonar o trabalho dele no estúdio. Sexta foi o último dia. Agora ele é quem vai procurar outra coisa. Eu também vou continuar procurando. Acho que vamos passar uns meses assim, bem instáveis, até achar algo que valha a pena. Ele tava bem de saco cheio do estúdio. É um trabalho de vendas, com metas, pressão psicológica, encheção de saco… Como agora a gente não tá mais tão apertado de grana, ele vai parar.

Em dezembro vamos ter férias na escola, que, junto com Natal, significam mais trabalho pela frente. Vamos ver.

Anúncios

Tudo ao mesmo tempo agora

outubro 17, 2007

descanso.JPG

 A foto acima foi tirada no domingo da semana retrasada, quando ainda havia tempo pra descansar. De la pra ca, tem sido so trabalho, trabalho e mais trabalho. Nesse ultimo final de semana, trabalhei 16 horas. Fiquei moido, mas feliz com o dinheiro que vai entrar na conta. Ta fazendo muito bem pra cabeca trabalhar, alem da satisfacao de ver o esforco ser remunerado, claro.

Ja a Ale continua nos mesmos dois empregos, mas com mudancas a vista. Aguardemos pra ver no que vai dar. Temos aproveitado as poucas horas de folga pra relaxar e curtir uma preguica em casa, vendo filme ou cozinhando, como se pode ver abaixo.

nham.JPG

Por isso a ausencia de posts nesse blog tem ocorrido.  E totalmente por falta de tempo, mas esperamos resolver isso nos proximos dias, com a compra de um notebook. Torcam por nos que em breve vamos poder atualizar o AEOC com mais frequencia e matar a saudade dos amigos e familiares ai no Brasil atraves do MSN e afins!

There’s no place like home

outubro 1, 2007

Sempre rola aquele papinho de que não existe palavra pra traduzir saudades em nenhuma outra língua. Eu, no entanto, acho homesick uma palavra muito digna. Não é só saudades que bate, é uma falta muito grande de se sentir em casa.

E nesses dias em que estamos querendo muito referências familiares, nada melhor do que mais um domingo bem brasileiro. Ontem o Egs e eu cozinhamos feijão pela primeira vez. E convidamos brasileiros queridos pra saborear com a gente. Parece que foi um sucesso. heh

nego_feijao.jpg

Teve feijão, arroz, farofa, bife acebolado, negrinho, e Claudinho e Buchecha. Delícia!

Pra fechar com chave de ouro, fomos numa festa brasileira que rola no La Cita, um lugar simpático e “caliente” em Darling Harbour. O mesmo lugar onde rola a noite salsa e por aí afora. Excluindo o bloco funk da noite, foi muito bom o clima de estar em uma festa brasileira.

Mais fotos do nosso domingo estão no meu álbum do picasa.
Hoje era feriado aqui em Sydney, então foi um dia bem preguiçoso. Eu até tive que trabalhar na loja, mas foi bem tranquilo. Quase não tinha movimento. Depois de trabalhar 56 horas na semana passada, abandonei um dos meus empregos. E foi o do restaurante. Aquele do chefe russo nazista fascista e stalinista.

Como eu tinha comentado, as aulas vão recomeçar amanhã e eu ia parar de entregar panfletos pra a creche, mas não vou mais. Parece que descobri minha vocação: nasci pra entregar panfletos; e a minha chefe na creche não quer que eu pare. heh. Ela pediu pra eu continuar mesmo que eu fosse menos dias por semana ou trocasse o horário. Como eu ganho mais pra fazer isso do que pra trabalhar no restaurante e não tinha condições físicas ou psicológicas de continuar fazendo jornada tripla, tive que abrir mão de um dos dois. Foi um alívio! O manager do restaurante era realmente um problema na minha vida.

Agora pretendo voltar a mandar uns currículos pra ver se arrumo uma loja mais legal, pra sair da que eu estou. A chefe chinesa até não é tão do mal, mas eles pagam muito pouco. E com o Natal se aproximando, cada vez mais aparecem cartazes pedindo staff nas vitrines. Acho que dá pra arrumar uma coisa melhor…

A seguir, cenas dos próximos capítulos.